Mergulhando no Sul de

Raúl Hestnes Ferreira

5 - 6 de julho 2019

 

#1 ISCTE (1976 - 1978)

 

'O carácter embrionário da instituição e a necessidade de executar projectos e obras num curto prazo, para permitir o seu funcionamento imediato, sugeriram uma edificação modular, “aberta”, adaptável a uma futura evolução. Apenas se justificando inicialmente a construção de um corpo rectangular com salas de aulas e gabinetes, propusemos quadruplicar a aérea prevista para ocupação, criando uma reserva para futuras expansões, e definindo, segundo uma matriz clássica, um complexo de planta quadrangular com um espaço central descoberto.’

(Ferreira in Neves, 2002, p.87)

  

ISCTE I Pavilhão Esplanada ISCTE I Buiding – Terrace Pavilion Lisboa

Cliente Client ISCTE (Instituto de Ciências do Trabalho e da Empresa) (Superior Institute of Labour and Management Sciences)

Autoria Architectural project Raúl Hestnes Ferreira (Coord. DGCE) (Co-ord.) Rodrigo Rau

Colaboração Collaboration José Botas, Mário Martins

Projetos Especiais Special Projects Mário Andrade, Estruturas Structures Teixeira Trigo (Prefabricado em betão, Consultor) (Concrete prefabrication consultant), Mário Andrade (Electricidade) (Electricity), Leonel Fadigas (Paisagismo) (Landscpaging)

Construção Construction TOJAL

Construída Built 1976-1978

 
 

#2 Ala Autónoma (1989-1995)

Ala Autónoma, Alçados, 08-01-1989

(Fonte: Arquivo Pessoal de Hestnes Ferreira)

‘A forma construtiva evoluiu para o uso integral de paredes em betão branco, que melhor se harmonizavam com a fenestração do edifício, de acordo com as exigências dos espaços interiores.

À regularidade do edifício inicial corresponde a Ala Autónoma com uma geometria mais complexa, em grande parte como resposta à envolvente. Ao pátio quadrado do ISCTE opõe-se um espaço triangular que articula a disposição dos núcleos do edifício entre si.’

(Ferreira in Neves, 2002, p.197)

Ala Autónoma do ISCTE ISCTE Autonomous Wing Lisboa

Cliente Client ISCTE (Instituto de Ciências do Trabalho e da Empresa) (Superior Institute of Labour and Management Sciences)

Autoria Architectural project Raúl Hestnes Ferreira

Colaboração Collaboration Bernardo Miranda, Sofia Guerreiro, Olivier Pourbaix, Paulo Barbosa, Pedro Ressano Garcia, Carlos Silva, Luís Castanheira

Projetos Especiais Special Projects Gabinete Teixeira Trigo, Estruturas Structures, Ruben Sobral (Electricidade) (Electricity), José Nobre – Vieira Pinto, Lda, AVAC Mariano Alves (Águas e esgotos) (Water and Sewerage) João Gomes da Silva, José Gomes da Silva (Paisagismo) (Landscpaging)

Fiscalização Auditing

Construção Construction Abrantina

Construída Built 1989-1995

 

#3 INDEG

(1990-1995)

Ala Autónoma, Alçados, 08-01-1989

(Fonte: Arquivo Pessoal de Hestnes Ferreira)

‘O edifício do INDEG (Instituto para o Desenvolvimento da Gestão Empresarial), concebido posteriormente ao da Ala Autónoma (embora construído antes), é de certa forma uma simbiose dos dois edifícios anteriores do Complexo, pois, com base em dois prismas articulados por um corpo de base cilíndrica, concilia a regularidade do edifício inicial do ISCTE com a diversidade expressiva da Ala Autónoma, manifestada nas aberturas e varandas, e, sobretudo, no corpo da entrada, limitado pela localização periférica de uma escada de acesso circular.’ (Ferreira in Neves, 2002, p.215)

Centro de formação INDEG/ISCTE INDEG/ISCTE Training Centre Lisboa

Cliente Client ISCTE (Instituto de Ciências do Trabalho e da Empresa) (Superior Institute of Labour and Management Sciences)

Autoria Architectural project Raúl Hestnes Ferreira

Colaboração Collaboration Manuel Miranda, Jorge Gouveia, Helena Lamy, Bernardo Miranda, Sofia Guerreiro, Olivier Pourbaix, Paulo Barbosa, Pedro Ressano Garcia, Carlos Silva, Luís Castanheira

Projetos Especiais Special Projects Gabinete Teixeira Trigo, Estruturas Structures, Ruben Sobral (Electricidade) (Electricity), José Nobre – Vieira Pinto, Lda AVAC, Mariano Alves (Águas e esgotos) (Water and Sewerage) João Gomes da Silva, José Gomes da Silva (Paisagismo) (Landscaping)

Construída Built 1991-1995

 

#4 - ISCTE II - (1992-2002)

#5 - ICS

ISCTE II/ ICS, Planta

(Fonte: Arquivo Pessoal de Hestnes Ferreira)

‘Os principais espaços do novo edifício são, para além do Átrio com acessos a vários níveis e direcções, um Auditório para 500 pessoas, Anfiteatros para 200 e 100 pessoas, a Biblioteca Central do ISCTE, salas de aula, gabinetes, laboratórios e espaços multimédia, zonas de convívio, refeições e bar. Também o Instituto de Ciências Sociais terá aqui instalações definitivas, num corpo destacado com espaços diversificados: auditório, seminários, biblioteca e gabinetes, entre outros.’

(Ferreira in Neves, 2002, p.236)

ISCTE II /ICS ISCTE II/ICS Lisboa

Cliente Client ISCTE (Instituto de Ciências do Trabalho e da Empresa) (Superior Institute of Labour and Manegement Sciences) ICS (Instituto Ciências Sociais) (Superior Institute of Social Sciences)

Autoria Architectural project Raúl Hestnes Ferreira

Colaboração Collaboration Alexandra Margaça, Gonçalo Saldanha, Filipa Vedes, Victor Ennes, Henrique Gomes, Bernardo Miranda, Otília Dinis, Ana Chiote, Mafalda Batalha, Sílvia Benedito, Paulo Almeida, Fernando Almeida, António Santos, Sara Rodrigues, Joana Castanheira, Carlos Mansidão da Silva, Luís Castanheira, Jaime Pereira, Raquel Bentes, Joaquim Francisco, ARQUIBET (Coord.) (Co-ord.) Custódio Monteiro, Carlos Pinto (Medições) (Measurements), João Louceiro (Especificações) (Specifications)

Projetos Especiais Special Projects João Garcia - Gabinete Teixeira Trigo, (Estruturas) (Structures), Ruben Sobral (Electricidade) (Electricity), João Galvão Teles (AVAC), Mariano Alves (Águas e esgotos) (Water and Sewerage), IMOTRON (Segurança) (Security), Licínio de Carvalho (Estudo térmico) (Heating Study), Martins da Silva (Acústica) (Acoustics), João Gomes da Silva (Paisagismo) (Landscaping), Rodrigues Varela – PENGEST (Fiscalização) (Auditing)

Construção Construction CONSÓRCIO – Dragados, Ramalho rosa, Cobetar, Fomento de Construcciones y Contratas SA

Construída Built 1998-2002

 

#6 Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa

(1979-1986) fase 1

(1991-1995) fase 2 

Faculdade de Farmácia, Planta, 16-12-1984

(Fonte: Arquivo Pessoal de Hestnes Ferreira)

‘Tendo em atenção vários factores, entre os quais referiremos a integração do Complexo na estrutura geral e viária da Cidade Universitária, a edificação baseou-se num esquema rectangular, limitado exteriormente por dois corpos paralelos, nos lados maiores, a nascente e a poente, e com outros no interior. Os corpos periféricos contêm espaços de ensino, laboratoriais, administrativos e de docentes, enquanto os centrais, para além dos laboratórios, a sul, integram, a norte, um corpo onde se situa o Auditório principal da Faculdade, a Biblioteca, a Cantina e as Instalações dos estudantes.’

(Ferreira in Neves, 2002, pp.131-132)

Faculdade de Farmácia - Universidade de Lisboa Faculty of Pharmacy- Lisbon University Lisboa

Cliente Client Faculdade de Farmácia – U.L. Faculty of Pharmacy- Lisbon University

Autoria Architectural project Raúl Hestnes Ferreira

Colaboração e estudo Preliminar Collaboration and preliminar study Rodrigo Rau, José Botas, Aires Paradela, Manuel Miranda, Mário Martins

Colaboração projeto Fase 1 Project collaboration - Phase 1 Aurora de Carvalho, Olivier Pourbaix, Isabel Maciel, João Seabra, Manuela Fernandes, Ana Luísa Seabra, Carlota Cunha, Jaime Pereira, Carlos Silva/ Colaboração projeto Fase 2 Project collaboration - Phase 2 Filipa Vedes, Victor Ennes, Otília Dinis, Ana Chiote, Carlos Silva, Luís Castanheira, Carlos Pinto

Medições Measurements João Loureiro

Estruturas Structures, Ganhão e Cruz Electricidade Electricity, Mário de Andrade, Nave Ferreira

Construção Construction EDIFER

Construída Built 1976-1978

 

#7 Centro de Patogénese

(1991-1997)

‘O corpo já edificado corresponde ao programa inicial, embora fosse considerada a possibilidade da sua expansão, numa imagem de espelho, para qual se reservou um terreno anexo...A concepção deste corpo tomou por base um esquema de grande simplicidade, quer para a permanência e circulação dos utentes quer para a concepção do traçado das redes de infra-estruturas.’

(Ferreira in Neves, 2002, p.139)

Centro de Patogénese Molecular da Faculdade de Farmácia de Lisboa Lisbon Faculty of Pharmacy Pathogenesis Centre Lisboa

Cliente Client Faculdade de Farmácia de Lisboa Faculty of Pharmacy- Lisbon University

Autoria Architectural project Raúl Hestnes Ferreira

Colaboração Collaboration Jorge Gouveia, Otília Dinis

Pecegueiro Ferreira (Estruturas) (Structures), Ruben Sobral (Electricidade) (Electricity), Mendes Esperto – Profluidos (Águas e Esgotos) (Water and sewerage), Vieira Pinto (AVAC)

Mariano Alves (Fiscalização) (Auditing)

Construção Construction Meliobra

Construída Built 1991-1997

 
 

#15 Biblioteca Municipal de Marvila

(2014-2017)

Estudo Biblioteca de Marvila, planta e alçado

(Arquivo Pessoal de Hestnes Ferreira)

‘Com quase 3000 metros quadrados, a Biblioteca ocupa dois edifícios, um construído de raiz e outro recuperado onde sobressai o antigo lagar de azeite, que foi preservado pelo arquiteto. Os livros e as memórias do passado coabitam lado a lado, entre salas de leitura, de trabalho e zonas lúdicas para diferentes faixas etárias. No antigo edifício recuperado da Quinta das Fontes encontra-se um espaço de homenagem ao escritor José Gomes Ferreira, pai do arquiteto.’

(Saraiva, 2018)

Biblioteca Municipal Marvila Marvila Municipal Library Lisboa

Cliente Client Câmara Municipal de Lisboa Lisboa Town Hall

Autoria Architectural project Raúl Hestnes Ferreira

Colaboração Collaboration Célia Faria, Susana Sequeira, Ana Maria Lopes, Débora Félix, Eugénio Sousa

Projectos Especiais Special projects Teixeira Trigo (Estruturas) (Structures), Ruben Sobral (Electricidade) (Electricity), José Nobre, Vieira Pinto (AVAC), Mariano Alves (Águas e esgotos) (Water and sewerage), Flávio Tirone (Projecto Cénico) (Cénic Project)

Fiscalização Auditing Câmara Municipal de Lisboa Lisboa Town Hall

Construção Construction Tanagra – Empreiteiros, S.A.

Construída Built 2014-2017

#16 Martinho da Arcada

(1989)

Perspetiva Interior, 88

(Fonte: Arquivo Pessoal de Hestnes Ferreira)

‘A remodelação do Martinho da Arcada realizou-se com base num Concurso promovido pela Associação Pessoana dos Amigos do Martinho da Arcada, devido à contínua degradação de uma instituição de grande importância para a vida cultural de Lisboa, numa época em que se verificava o quase total desaparecimento dos Cafés da Baixa.’

(Ferreira in Neves, 2002, p.171)

Martinho da Arcada (Remodelação) (Remodeling) Lisboa

Cliente Client DGEMN (Direção-Geral de Edifícios e Monumentos Nacionais) (Directorate-General for National Buildings and Monuments)

Autoria Architectural project Raúl Hestnes Ferreira (Coord.) (Co-ord.) Castro Caldas

Colaboração Collaboration Filipa Vedes, Anabela Marcos, Mário Martins, Jaime Pereira, Victor Lamego

Projetos Especiais Special Projects Santos Lopes (Estruturas) (Strutures), Ruben Sobral (Electricidade) (Electricity), Vieira Pinto (AVAC), Mariano Alves (Águas e esgotos) (Water and sewerage), Ângelo Sousa (Painel de Azulejos) (Tile Panelling)

Construída Built 1988-1990