O teletrabalho, agora um privilégio, e um direito