top of page

Desafios globais exigem uma mudança de paradigma


Prioridade na abordagem pela procura à crise energética e climática







O mundo está a arder (nas palavras do secretário-geral da ONU, António Guterres) e é imperativo reduzir o consumo de energia, sem prejudicar a melhoria das condições de vida nos países menos desenvolvidos. Na próxima semana, investigadores de todo o mundo estarão reunidos no Iscte, na conferência da iniciativa global EDITS, com o objetivo de debater estratégias que promovam o bem-estar e evitem mudanças climáticas perigosas.


Artigo de opinião de Nuno Bento para o Jornal Expresso.


bottom of page