Sustentabilidade das finanças públicas: evidência empírica em São-Tomé e Príncipe